Alongamento especial para quilteiras

O seu corpo é a sua máquina de trabalho mais importante

E o alongamento para quilteiras é uma atividade essencial!

A gente já disse isso aqui no Órbita mais de uma vez: a saúde em primeiro lugar!
Afinal, de que adianta quiltar muito super ultra bem, mas não saber se cuidar?!
Ao invés de desenvolver uma carreira de 30 – 40 anos de quilting, você corre o risco de causar tantos danos no seu corpo, que tenha que encerrar o quilting após 5 – 10 anos de carreira?

Muita gente com certeza conhece as famosas “dores de quilter”
Dói o pescoço, dói o ombro, dói o cotovelo, e por aí vai…

E quantas pessoas já não pararam de quiltar por causa dessas dores?

É claro que cada corpo é um corpo!
Nem todo mundo vai sentir as dores ou vai desenvolver doenças caso não tenha cuidados especiais.
Existem pessoas e pessoas e cada uma vai responder de maneira diferente a atividades desgastantes
(e quando dizemos “desgastantes”, queremos dizer que “desgastam o nosso corpo” – na verdade, toda e qualquer atividade é um desgaste para o nosso corpo! até ficar deitada assistindo TV o dia todo é!)

E aqui a gente acha que “prevenir é melhor do que remediar”, portanto a gente não quer nem saber se somos o tipo de pessoa que seria mais ou menos “resistente” aos desgastes: a gente quer mesmo é se cuidar!

Exatamente por isso, a gente contratou uma fisioterapeuta para desenvolver uma “análise ergonômica”
– ela analisa as posições em que a gente desenvolve as atividades diversas que envolvem o quilting, verifica o que está errado e nos ensina a como devemos nos posicionar corretamente para cada uma das atividades.
Além disso, ela também nos ensinou um alongamento que devemos repetir de maneira sistemática na nossa rotina.

E é por isso que nós quisemos fazer esse post especial sobre o alongamento para quilteiras!

E a gente já ouviu, infelizmente, muita bobagem por aí.
Algumas pessoas dizem “você deve se alongar a cada bobina”
Mas… espera aí!
Dependendo do que eu estiver quiltando, “uma bobina” pode durar 20 minutos ou 3 horas!
E aí? Você vai se alongar a cada 20 minutos? E, no outro dia, vai se alongar apenas a cada 3 horas?

Não, não é assim que funciona.
Em primeiro lugar, a recomendação primordial é: você deve se alongar sempre antes de iniciar o trabalho e também se começar a sentir alguma dor.
Se a dor continuar após o alongamento, então você deve encerrar as atividades naquele dia ao menos.
E, claro, se a dor não passar nunca, consulte uma ortopedista e uma fisioterapeuta para verificar o que realmente causa essa dor!

De qualquer maneira, o recomendado é se alongar pelo menos a cada 2 horas.
Se começar a sentir dor antes, aí sim alongue antes!
Você vai entender o seu corpo e saber o momento de alongar.
Mas o importante é alongar! E alongar todo dia!

E como seria esse alongamento para quilteiras?

Bom, existe um alongamento geral, claro, em que o corpo todo é alongado.
O ideal seria fazer um alongamento assim pelo menos uma vez ao dia, antes de iniciar a atividade do quilting.

Nos outros momentos, o alongamento para quilteiras pode ser mais direcionado às atividades que estiverem sendo feitas.
Alongar ombros, braços, pescoço e punho é fundamental para uma quilter!

Você acha que esse assunto é interessante?
Então conte para gente e nós podemos fazer outro post especial ensinando a fazer esses alongamentos!
Se você estiver próxima de Campinas e estiver interessada em fisioterapia ou pilates com uma profissional que sabe o que está fazendo, nós recomendamos a Tudo Fisio
Já fizemos pilates em outros lugares e podemos afirmar: com uma boa profissional, as dores realmente passam!
Após fazermos pilates com a Roberta foi que decidimos confiar a ela a tal da “análise ergonômica” para termos certeza de desenvolver o quilting da melhor maneira possível para o nosso corpo!

Quer saber mais sobre alongamento para quilteiras?
É só perguntar!

por Aline Bugarin e Natasha Bugarin
-equipe OQS

 

Crédito da imagem:
Designed by Freepik

Que tal compartilhar esse texto com outras pessoas que podem se apaixonar por quilting também?

WhatsApp
Facebook
Email

2 respostas

  1. Meninas… Perfeito!
    É muito bom quando as pessoas tem essa consciência de PREVENÇÃO. Infelizmente ainda não é a nossa realidade. As pessoas deixam para procurar ajuda profissional quando já tem algum probleminha instalado e na maioria das vezes, é um longo trabalho para reverter.
    Se todos tivessem esse pensamento, teríamos menos pessoas com tantas dores nas costas, nos ombros, pescoço… Dores essas que limitam e muito nosso trabalho e produção!!
    Parabéns pela matéria! Está ótima!!

    1. Sim, Roberta, a prevenção é o melhor caminho sempre!
      Esperamos que com as dicas aqui do Vida de Quilter, as quilteiras comecem a desenvolver mais consciência sobre questões como essas!
      Obrigada! – e nós é que agradecemos 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pesquisar

Artigos Populares

Fique atualizada

Entre para nossa lista VIP

Cadastre seu email na nossa lista VIP para receber novidades, dicas e muito mais…

Outro artigos que você vai amar :)